O IPPortalegre realizou nos dias 16 e 17 de julho, uma visita de Benchmarking ao Parque de Ciência e Tecnologia de Cartuja (PCTC) em Sevilha, Espanha. Em representação do Politécnico esteve Pedro Ranheta, Técnico do Gabinete de Empreendedorismo e Emprego.

O PCTC conta mais de 400 empresas criadoras de 16.700 empregos, e que no seu conjunto geram mais de 2.000 milhões de euros anuais. Este espaço nasceu no local onde foi realizada a Feira Internacional Expo92, a partir da utilização de vários edifícios. Assim nasceu o maior ecossistema empresarial da Andaluzia, em Espanha.

O foco desta visita centrou-se na incubadora de empresas, com capacidade para aproximadamente 40 empresas, distribuídas por 5 pisos. Aqui as empresas podem permanecer cerca de 8 anos para crescerem, e posteriormente a administração do PCTC, pretende que as mesmas fiquem sediadas nas suas instalações.

Segundo Blanca Dominguez da Administração do PCTC, uma das mais valias de um espaço são as sinergias que as empresas criam entre elas e os negócios que geram entre si. Destaque também para a participação dos mentores quando as empresas se candidatam a incubação no espaço. De acordo com Blanca Dominguez procura-se que os mentores sejam, sempre que possível, promotores de empresas e projetos, conseguindo assim ultrapassar mais facilmente as maiores dificuldades.