No dia 26 de setembro, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão acolheu a quarta reunião de coordenação do Projeto Euroacelera, que contou com a presença de 14 parceiros de entidades portuguesas e espanholas.

Artur Romão, coordenador do Gabinete de Empreendedorismo e Emprego (GEE) do Politécnico deu as boas vindas a todos e reforçou “o compromisso com este projeto e com o conjunto dos parceiros presentes”. No decorrer da reunião fez-se a apresentação do projeto, detalhando-se o grau de execução de cada uma das tarefas do programa. Conheceram-se ainda as próximas ações a desenvolver, aspetos em que intervieram também Pedro Ranheta, técnico do GEE, e Liliana Pêgo, bolseira no âmbito deste programa.

Este projeto tem em vista a promoção do espírito empresarial através do aproveitamento económico de novas ideias, impulsionando a criação de novas empresas com base na inovação e investigação. Pretende-se ainda o fomento de uma cultura de empreendedorismo entre jovens universitários finalistas, estudantes de ciclos superiores de formação empresarial e investigadores, fixando no espaço EUROACE jovens talentosos, com particular atenção para a igualdade de género, ruralidade e dispersão territorial.

A área de cooperação integra as regiões Centro e Alentejo em Portugal e a Estremadura espanhola, e do projeto fazem parte nove entidades espanholas e cinco portuguesas. Os parceiros espanhóis são Extremadura Avante, a Direcção-Geral das Empresas e da Competitividade da Junta da Extremadura, FUNDECYT-PCTEX, a Direcção-Geral de FP e da Universidade da Junta da Extremadura, o Instituto da Juventude da Extremadura, o Instituto da Mulher da Extremadura, a Associação de Jovens Empresários e Empregadores de Extremadura, duas empresas privadas estremenhas Sunhunter Investimento e Conector IDE. Os parceiros portugueses são, para além do Instituto Politécnico de Portalegre, a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), o Instituto Politécnico de Leiria, o Instituto Pedro Nunes e a Universidade de Évora.

O projeto EUROACELERA é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.