Cerca de um milhar de pessoas passou este ano pela ENOVE+.

O evento, que vai na sua 12ª edição, teve este ano um modelo diferente de anos anteriores. Pela primeira vez, a Feira de Emprego e Empreendedorismo teve atividades descentralizadas pelas diversas escolas do Politécnico, com as atividades a decorrer a 13 de novembro no Campus Politécnico, a 19 de novembro na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais e no dia seguinte na Escola Superior Agrária de Elvas.

Esta edição centrou a sua atividade nas temáticas do emprego e empreendedorismo, focando a programação para os diplomados e alunos finalistas de todos os graus de ensino do Politécnico.

O Politécnico de Portalegre, enquanto entidade organizadora, teve como responsáveis pela programação o Gabinete de Empreendedorismo e Emprego, e os departamentos de Ciências e Tecnologias da Saúde da Escola Superior de Saúde de Portalegre, Ciências da Linguagem e da Comunicação; Ciências Sociais, Território e Desenvolvimento, e Educação e Formação da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, Ciências Agrárias e Veterinárias da Escola Superior Agrária de Elvas e os departamentos de Artes, Design e Animação; Ciências Económicas e das Organizações, e Tecnologias da Escola Superior de Tecnologia e Gestão.

26 atividades programadas preencheram o programa da 12ª edição da ENOVE+, com ações que contaram com o envolvimento de elementos internos e externos ao Politécnico de Portalegre que, através de palestras, apresentações, workshops, mesas redondas e demonstrações tornaram o programa apelativo e participado, com atividades a ter lotação esgotada.

Por ter um modelo diferente dos anteriores, a 12ª edição da ENOVE+ centrou a sua prioridade na atividade programática associada ao Emprego e Empreendedorismo, reservando o espaço expositivo a algumas das empresas e entidades, cujos responsáveis partilharam a sua experiência no mundo empresarial, nos diferentes painéis integrados na programação do evento, em diferentes áreas como vendas online de produtos tradicionais, serviços de limpeza e apoio domiciliário, ensino na área da hotelaria e turismo, campismo rural naturista, edição e imagem, iogurtes artesanais, editoras, associações empresariais de Portalegre e Elvas, gabinetes de apoio ao empreendedor das duas cidades, empresas de recursos humanos e banca.

Para além destes, o Gabinete de Empreendedorismo e Emprego, com respetivo destaque para a incubadora BioBIP e a Bolsa de Emprego, C3i, Valoriza, Europe Direct e Centro de Línguas e Culturas, algumas das unidades funcionais, orgânicas e de investigação do Politécnico, que estiveram também representados nesta edição, em permanência.

Na generalidade, o balanço é positivo, pela proximidade e pela possibilidade de abordar as temáticas do emprego e empreendedorismo à comunidade académica, através de casos práticos e apresentação de projetos de sucesso de diplomados pela instituição. Objetivos do novo modelo foram alcançados e prevê-se continuidade deste formato, com atividades descentralizadas pelas escolas do Politécnico.

A coordenação da ENOVE+ está a cargo do Gabinete de Empreendedorismo e Emprego do Instituto Politécnico de Portalegre no âmbito do EUROACELERA (INTERREG), um projeto de cooperação transfronteiriço cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

A ENOVE+ contou ainda com o envolvimento da Caixa Geral de Depósitos, entidade parceira e fundamental para a realização da 12ª edição da Feira de Emprego e Empreendedorismo.

Saiba mais em www.enovemais.com